01 ago.
Alma Despejada
45
Evento

01/08/2021 18:00

R$25 - R$100

Classificação Livre

on-line São Paulo / SP
Visitar site

Descrição

Alma Despejada foi escrita por Andréa Bassitt para comemorar os 75 anos de vida e 56 de carreira da atriz Irene Ravache. A peça estreou em São Paulo, em setembro de 2019, no Teatro Porto Seguro, e estava em cartaz até março de 2020, no Teatro Folha, quando os teatros foram fechados devido à pandemia do coronavírus. Agora, o espetáculo será exibido no dia 1º de agosto, domingo, às 18h, encerrando a programação da 1ª Mostra de Teatro On-Line APTI, com transmissão pelo Sympla Streaming.

Com muito bom-humor, a instigante montagem, com direção de Elias Andreato conta a história de Teresa, uma senhora com mais de 70 anos que, depois de morta, faz sua última visita à casa onde morava. O imóvel foi vendido e sua alma foi despejada. Quem comprar o ingresso para a peça terá a oportunidade de participar de um bate-papo, ao final da sessão, com a participação Irene Ravache, Andréa Bassit e Elias Andreato.

“Fiquei fascinada com esse texto e sua poesia. É muito delicado e fala da memória de uma mulher na minha faixa etária. Mesmo sabendo que a personagem está morta, não é uma peça triste, pesada ou rancorosa e fala muito mais de vida do que de morte. Eu adoro esse tipo de possibilidade que o teatro oferece. E não tenho medo de misturar essas coisas, porque isso faz parte da vida. Nossa vida não é linear. Ela tem essas nuances”, comenta Irene Ravache.

“Essa mulher é apresentada diante de sua própria vida, e, a partir dessa visualização, ela encontra o entendimento da sua existência. É como se precisássemos abandonar a matéria para sermos conscientes de nós mesmos. A psicanálise e o teatro estabelecem este mesmo jogo. Talvez, precisemos descobrir intensamente o nosso mundo, onde o sagrado possa nos confortar”, revela o diretor Elias Andreato.

Teresa era uma professora de classe média, apaixonada por palavras, que teve dois filhos com Roberto, seu marido, homem simples, trabalhador, que se tornou um empresário bem-sucedido e colocou sua a família no ranking de uma classe média emergente.

Em sua visita derradeira, Teresa lembra de histórias e pessoas importantes em sua vida como a funcionária Neide, que trabalhou em sua casa por 30 anos, e sua melhor amiga Dora. A personagem transita entre o passado e o presente, do outro lado da vida, sempre de maneira poética e bem-humorada.

“Conheço Irene já há algum tempo e sempre conversamos muito sobre a vida: o país, a política, a família e tantas outras coisas. Muitas vezes pensamos de um jeito parecido, e essa afinidade foi bastante inspiradora. A ideia era falar sobre isso tudo, sem medos nem críticas, mas com humor e delicadeza. Ao longo do processo, a história acabou tomando um rumo inesperado para mim, mas que não havia como evitar, uma vez que vivemos momentos de grande impacto na nossa história e o teatro sempre acaba refletindo essas situações”, conta Andréa Bassit.

A gravação, realizada durante temporada no Teatro Porto Seguro, com presença de público, proporciona a experiência inédita de ver a peça em casa, com proximidade de detalhes, além de imagem e som em HD, aproximando ainda mais o espectador da encenação no palco. A peça está indicada ao Prêmio Bibi Ferreira nas categorias de melhor Atriz, Texto e Iluminação.

A 1ª Mostra de Teatro On-Line APTI é uma iniciativa da APTI-Associação de Produtores Teatrais Independentes para arrecadar dinheiro para o Fundo Marlene Colé, que vem apoiando os profissionais das artes cênicas. Desde o dia 15 de maio, a mostra apresentou 25 espetáculos com toda bilheteria revertida para a campanha que irá auxiliar as mais de 30 mil famílias de profissionais da cultura, do Estado de São Paulo, afetados pela pandemia.

Serviço:

Espetáculo Alma Despejada na 1ª Mostra de Teatro On-Line APTI

Texto: Andréa Bassitt. Direção: Elias Andreato. Com Irene Ravache.

Bate-papo após a sessão.

Dia 1º de agosto, domingo, às 18h.

Classificação: 14 anos.

Duração: 80 minutos.

Gênero: comédia dramática.

Ingressos: R$25, R$50 e R$100 (o cliente escolhe quanto quer pagar)

Vendas: Sympla

Transmissão: Sympla Streaming

Informações: www.apti.org.br

Instagram: @apti_sp

Sobre Marlene Colé

A carreira de Marlene Colé nas artes começou cedo. Ainda jovem integrou o Grupo de danças folclóricas de Solano Trindade, fundado nos anos 70 em Embú das Artes, e mais adiante se tornou cantora da noite, tendo participado do show da inauguração do Teatro Nacional em Brasília.

De origem humilde, com o passar dos anos, para se sustentar começou sua carreira como camareira e nessa atividade trabalhou para uma legião de atores, atrizes e produções teatrais pelo Brasil a fora.

Quando morreu, em 2016, fazia parte da equipe de camareiras do Teatro Municipal de São Paulo, além de trabalhar em outras produções.

Marlene Colé não tinha parentes. E quando faleceu tinha alguns recursos em sua conta bancária, fruto de suas economias. Um grupo de amigos solidários de Marlene, entre artistas e técnicos que conviveram com ela, resolveu criar, com esses recursos o FUNDO MARLENE COLÉ, para apoiar artistas e técnicos que estivessem passando por necessidades, honrando assim o nome de Marlene que sempre foi muito preocupada em ajudar o próximo.

Atualmente A gestão do Fundo Marlene Colé está a cargo da APTI-Associação de Produtores Teatrais Independentes, com sede na Capital Paulista e conta com as instituições SATED-SP (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Estado de São Paulo), Cooperativa Paulista de Teatro e Coletivos de Circo, a parceria com a APTR (Associação de Produtores Teatrais) e o apoio do Artigo 5º, Sympla, Lista Fortes Brasil e Unibes.

Para maiores informações acesse o site:

www.fundomarlenecole.com.br

Redes sociais:

www.facebook/fundomarlenecole

Instagram: @fundomarlenecole

Opinião da Galera

myClappy
Feed Perfil
Destaques Agenda Teatros
Castings artísticos Cursos de arte Eventos Peças de Teatro
Posts salvos Conexões